21.11.07

Prólogo - Parte 08

Once Upon a Time in New Mexico 08/10




O uivo gutural da criatura gigantesca de pelos dourados ecoou pelo recinto e fez as paredes estremecerem, assim como a carne e os ossos de seu algoz... Completamente perplexo, o jovem de cabelos loiros na altura dos ombros permanecia estático, tentando a todo custo racionalizar aquilo que estava diante de seus olhos... Mas uma nuvem de inconformidade e negação o cercava tentando manter sua sanidade – Isso só pode ser um pesadelo – pensava repetitivamente desejando acordar de qualquer forma em algum lugar seguro...

Mais para a sua infelicidade aquilo tudo era real...

Mesmo que ambos estivessem em condições iguais nesse combate, muito provavelmente ele não levaria vantagem contra o norueguês de mais de dois metros de altura e cerca de cento e vinte quilos... Klaus estava praticamente inconsciente quando foi covardemente atacado. Seria praticamente suicídio para o jovem enfrentar o escandinavo em um mano a mano. O que dirá então, fazer frente a ele naquela situação? Em uma forma monstruosa, com quase o dobro de seu tamanho, o triplo de sua massa muscular, em um estado de irracionalidade e completo descontrole?

Antes mesmo que o pobre coitado respondesse ao instinto de virar-se e correr, as enormes garras da criatura já deslizavam sobre seu peito, rasgando sua pele, víceras e partindo os seus ossos. Ele cogitou gritar de dor ou desespero, mas antes que qualquer som fosse emitido, os fortes e afiados dentes da enorme criatura já estavam cravados por toda extensão de seu pescoço e com um só movimento sua cabeça já havia sido decapitada...

As ultimas imagens gravadas em sua retina, foram o mundo girando por alguns momentos após o impacto com solo ate por fim parar poéticamente em uma posição inclinada, mas privilegiada, de onde ele pode observar o resto de seu corpo ser completamente destruído pela enorme criatura...

.....

Enquanto isso, Steve já havia neutralizado um jovem armado, mas agora tinha sobre si a atenção de dois de seus amigos. O jovem em uma forma com traços humanos, mas com muito mais músculos e pelos do que o normal, estudou rapidamente seus oponentes enquanto caminhavam em sua direção. O maior deles, o ruivo com a cadeira na mão. Caminhava despreocupado, sorridente, completamente confiante, como se estivesse caminhando em direção ao mar em um dia ensolarado. Steve observou também os movimentos do outro, o careca que segurava um pedaço considerável de madeira que outrora fora um taco de bilhar, eles eram lentos e atrapalhados, além de que embora suas feições não demonstrassem, ele estava impregnado com um inconfundível aroma de hesitação e medo...

Então ao contrario das expectativas de ambos, Steve lançou-se logo sobre o maior deles e antes que este pudesse reagir, suas garras enterraram-se na parte superior do rosto do brutamontes, arrancando aquele sorriso imbecil e parte do seu supercílio em uma fração de segundos. Imediatamente o grandalhão largou a cadeira e levou as mãos em direção aos olhos, onde rapidamente o sangue impregnava sua vista. De forma veloz Steve aproveitou-se da situação e acertou-o novamente com um forte gancho de direita, deixando-o completamente atordoado. A luta parecia que iria ter um desfecho tão simples quanto a primeira, mais havia mais um. O latino mais sentiu do que viu o pedaço de madeira partir-se em suas costas e mesmo assim por pouco ele não conseguiu desviar de seu trajeto. Apenas um ranger de dentes para conter um grito precedeu a retaliação.

Steve virou-se emendando um forte soco cruzado que fez o rapaz cuspir um de seus incisivos. Furioso ele continuou a massacrar o rosto de seu algoz até ele perder a consciência, mas antes que pudesse desferir o golpe derradeiro, algo lacerou profundamente seu ombro. Um urro de dor explodiu de seus lábios, imediatamente sua cabeça começou a girar e sua visão enevoou devido à fúria. Ele precisou de toda sua força de vontade para não perder o controle antes de virar-se para poder encarar seu novo adversário. Ele era imenso, monstruoso, um verdadeiro demônio sob a pele de um lobo de pelos dourados manchados de sangue. Ele tinha exatamente a forma que aterrorizava seus pensamentos desde que perdeu o controle e se transformou pela primeira vez há alguns dias atrás. Desde o dia em que começou a ser perseguido... Seja lá o que for que tinha acontecido com ele naquela noite, evidentemente também havia acabado de acontecer com o rapaz que cantava no palco do barstow.

Mal houve tempo para ele poder organizar seus pensamentos antes que a criatura bestial saltasse sobre ele; babando, com a enorme mandíbula escancarada, ainda com pedaços de carne e sangue entre os dentes. Seus olhos brilhavam num tom rubro aterrorizador.

Aquele provavelmente seria o fim de qualquer ser humano e em seu lugar muitos estariam se esvaindo em medo e desespero, mas Steve não era humano e naquele momento estranhamente ao inves de pavor, ele estava tomado pela mais pura e primitiva fúria... Uma nuvem vermelha enfim cobriu por completo seus olhos obscurecendo sua visão, um som como de muitos tambores ecoaram em seu crânio, enquanto trovões pareciam estourar em seus ouvidos, No âmago de seu ser ele pode sentir um poder palpável florescer dentro de si quebrando as últimas travas que o mantinham sob controle. Uma onda de fogo e fúria fluiu pelo seu corpo, subiu pela sua garganta e explodiu na forma de um uivo primal e aterrorizador...

Steve, agora transformado na forma de um enorme "homem-lobo" de pelos negros , recebeu seu adversário com as garras em riste, não hesitando em crava-las em seu peito. O monstruoso Klaus ganiu de forma aguda pela dor, mas isso não deteve sua trajetória. Pelo impacto de seu pesado corpo, ambos foram arremessados e rolaram por metros, destruindo mesas e cadeiras pelo caminho. Por vários minutos que pareceram uma eternidade, assim eles permaneceram. Mordendo e se arranhando, rugindo e se degladiando de forma mortal, eles travavam ali no velho "barstow" uma batalha apocalíptica a qual parecia que não iria mais ter fim.

O gigante escandinavo possuído pela fúria mortal parecia ser imbatível... a cada ferimento suas forças pareciam se renovar em sua dor. Já Steve pelo contrario, a medida em que o tempo passava, estava ficando cada vez mais cansado. Seus ferimentos e músculos doiam e seus movimentos já não eram mais tão rápidos. Naquele momento ele lutava única e exclusivamente por sua vida, até o mais tolo sabia que tombar ali, diante daquela fera, significaria nunca mais ver o sol nascer de novo. O lobo sombrio também tinha a consciência de que se perecesse, todos aqueles feridos inconscientes seriam os próximos a sentir a ira da criatura descontrolada...

Mas por mais que Steve se esforçasse heroicamente além de seus limites e Klaus estivesse extremamente ferido, naquele estado ele dava a impressão de ser praticamente invencível. A cada momento a coisa parecia ir de mal a pior para o sul americano que já não conseguia acompanhar seus movimentos. E quando ele mesmo achava que nada mais poderia dar errado, a nuvem rubra que cobria seus olhos aos poucos começou a se dissipar. Lentamente ele sentiu seu corpo diminuir e aquela força mística esvaecer - Nãaao, nãaao !!! Agora nãaaao!!! - desesperou-se o jovem latino ao sentir "a magia" o abandonar enquanto a criatura de quase três metros "programada" para destruir uivou alto e longamente como se sentisse a vitória se aproximar antes de correr impiedosamente em sua direção...



Nota do Autor: Inaugurei essa sessão de notas no post 7 falando um pouco sobre os cinco augúrios dos urathas, os quais determinam sua função dentro de uma matilha. Neste post, vou dar uma descriçao básica sobre dois poderes excepcionais dos lobisomens: A incrivel capacidade de regeneraçao e a possibilidade de mudar de formas que um uratha pode assumir com suas vantagens e regras para o sistema atual.

Regeneração

Uma pessoa normal recupera um ponto de dano concussivo a cada 15 minutos; um ponto de dano letal a cada dois dias e um ponto de dano agravado por semana. Lobisomens regeneram um ponto de dano concussivo por rodada; um ponto de dano letal a cada 15 minutos. Ao custo de um ponto de essência, um Uratha pode regenerar um ponto de dano letal como ação reflexiva.

As 5 Formas

Hishu
- humano normal. A regeneração extraordinaria dos urathas também ocorre nesta forma. Atributos não se alteram.


Dalu - quase humano. Esta é a forma que Steve assume espontaneamente nos posts em que a briga começa no bar para auxiliar Constância. Ela acrescenta 15 centímetros e aproximadamente 15 a 30 kilos de massa muscular à forma hishu. Inflige delírio -4.

Força+1 Vigor+1 Manipulação-1 tamanho+1
Vitalidade+2 Deslocamento+1 +2 em testes de percepção.

Gauru - homem lobo. A forma clássica do lobisomem. Esta forma representa a fúria que reside em cada Uratha. Ela proporciona entre 60 a 90 centímetros de aumento na altura e 100 a 125 kilos de massa muscular. Nesta forma o lobisomem entra numa espécie de frenesi controlado, onde precisa atacar algo ou alguém todas as rodadas ou então se mover na direção de um alvo visível. Devido ao esforço necessário para manter o controle, um lobisomem não pode se manter na forma gauru indefinidamente, e sim por Stamina(básica)+Primal Urge rodadas por cena. Causa dano letal e recebe um dado extra de dano por garra e dois dados no dano da mordida. +3 nos testes de percepção. Ignora penalidades por ferimentos e não precisa fazer testes para evitar inconsciência.

-2 para resistir Fúria-Morte. Falha automaticamente em todos os testes sociais e mentais. Força+3 Destreza+1 Vigor+2 Tamanho+2 Vitalidade+4 iniciativa+1 Deslocamento+4 Armadura 1 corpo-a-corpo/1 balística.

Urshul - quase lobo. Forma de um lobo atroz entre um a 1,5 metros de altura e 1,80 a 2,40 metros de comprimento. Combina capacidade de combate com maior controle emocional do que a forma gauru. Inflige delírio-2.

Força+2 Destreza+2 Vigor+2 Manipulação-3 Tamanho+1 Vitalidade+3 iniciativa+2 Deslocamento+7 +3 em testes de percepção e pode causar dano letal com garras e mordida.

Urhan - lobo. Os sentidos do Uratha ficam super aguçados nessa forma.

Destreza+2 Vigor+1 Tamanho-1 Iniciativa+2 Deslocamento+5 +4 em testes de percepção e pode causar dano letal com mordida.



Sistema: Mudar de forma exige um teste de Stamina (básica, sem moficações)+Survival+Primal Urge durante uma rodada. Ao custo de um ponto de essência, não é necessário teste e a transformação é reflexiva. Retornar à forma hishu também é uma ação reflexiva e não acarreta nenhum custo.


3 comentários:

CATA TAU disse...

Ao som de Disturbed, lendo esse texto eu quase ataquei meu pc! haha


Fantástico *-*

... disse...

Excelente texto, gostei muito... Até que enfim ta rolando uma pancadaria generalizada!!

uhaeuheauheau

abracos, continue o otimo trabalho

Chatoman disse...

"Urshul - quase lobo. Forma de um lobo atroz entre um a 1,5 metros de altura e 1,80 a 2,40 metros de comprimento."

Hmmm... Lobos atrozes são criaturas de D&D. Não Werewolf...

Hehehehehehehe...

POST POPULARES